A psicoterapia online já é realidade no Brasil.

Desde o dia 7 de novembro de 2018, quando entrou em vigor a Resolução nº 11/2018 de nosso Conselho Federal de Psicologia (CFP), todos os psicólogos cadastrados junto ao e-Psi estão autorizados a realizar o atendimento online.

Sim, e eu sou um deles! (você pode conferir AQUI)

Antes, havia a limitação de até 20 sessões para cada paciente e nossas intervenções eram breves. Agora esse limite não existe mais e é possível fazer psicoterapia através dos meios tecnológicos.

Isso não significa que o CFP não acreditava ser possível uma psicoterapia online antes. Mas, sobretudo, uma adequação a nossa realidade atual que é cada dia mais virtual. É importante que nós, psicólogos e psicólogas, estejamos presentes onde o ser humano está presente.

Vale dizer que a psicoterapia online não tem o desejo de substituir a psicoterapia presencial, mas COMPLEMENTÁ-LA, alcançando pessoas que até então não tinham acesso aos nossos serviços.

Aqui alguns exemplos:

  • Pessoas que moram em regiões em que não existem profissionais;
  • Brasileiros que moram fora do Brasil e desejam ser atendidos em sua língua materna;
  • Pessoas que moram em grandes cidades e tem dificuldades em acessar um profissional, devido o deslocamento;
  • Pessoas que estão com algum impedimento de sair de casa, por problemas de saúde física ou mental;
  • Pessoas que trabalham "na estrada" e precisam ser atendidas, mesmo sem ter um endereço fixo.
O atendimento psicológico online segue rigorosamente as normas do Código de Ética Profissional do Psicólogo e é realizado por psicólogos formados e inscritos no Conselho Federal de Psicologia, que é o órgão nacional que credencia os profissionais habilitados a tais serviços e fiscaliza os procedimentos adotados pelos mesmos.


O serviço pode ser utilizado por crianças, adolescentes, adultos e casais. Ressalto que para atendimentos a menores de 18 anos, é necessário autorização por escrito dos pais ou responsáveis.

OBSERVAÇÃO: Casos de transtornos mentais graves, bem como pessoas ou grupos em situação de urgência e emergência, não poderão ser atendidos online. Para estes casos, a psicoterapia presencial será indicada.

As consultas podem ocorrer através de e-mail, chat ou vídeo. Cada modalidade possui sua especificidade, e caberá ao profissional avaliar qual é a mais indicada ao cliente.

Em relação ao ambiente virtual, recomenda-se que o paciente realize medidas de segurança em seu computador, afinal, os meios de comunicação eletrônicos são vulneráveis e requerem alguns cuidados para proteger a segurança da sua informação.

Com a segurança garantida, é notável como a psicoterapia online pode ser positiva. Diversas pesquisas apontam resultados semelhantes entre os atendimentos presenciais e online.

Sim, a psicoterapia online já é realidade no Brasil!

E você pode ser o maior beneficiado.